Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Suspeito de invadir celular de Moro já havia sido preso antes

Preso ontem por suspeita de invadir o celular de Sergio Moro, Walter Delgatti Neto, de 30 anos, já havia passado pela cadeia ao menos três vezes nos últimos anos.

A primeira vez foi em 2013, quando foi preso em flagrante e acusado de receptação e falsificação de documentos.

Depois, foi novamente preso em 2015, quando a polícia encontrou em sua casa medicamentos de uso controlado, receitas médicas e uma carteira de estudante medicina da USP falsa.

Neste caso, foi denunciado em 2017 por tráfico dos entorpecentes e falsificação de documentos. Ao receber a denúncia naquele mesmo ano e torná-lo réu, a Justiça decretou prisão preventiva.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO