SUSPENSAS AS AÇÕES CONTRA A PETROBRAS NOS EUA

Uma espécie de segunda instância da Justiça americana suspendeu temporariamente a ação coletiva e as 27 ações individuais de investidores americanos contra a Petrobras. A ação coletiva ia ser julgada em 19 de setembro, em Nova York.

Além de “tirar a faca do pescoço” da empresa, como publica O Globo, a corte de apelação pode chegar à conclusão de que a Petrobras não cometeu dolo, mas também foi vítima da corrupção que prejudicou os investidores.