Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Tabata Amaral acusa Eduardo Bolsonaro de difamação no STF

A deputada apresentou ao Supremo uma queixa-crime por tuítes publicados pelo filho do presidente sobre a distribuição de absorventes
Tabata Amaral acusa Eduardo Bolsonaro de difamação no STF
Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

A deputada Tabata Amaral apresentou ao Supremo Tribunal Federal uma queixa-crime contra o deputado Eduardo Bolsonaro (foto) por tuítes publicados pelo filho de Jair Bolsonaro após o veto do presidente ao projeto de lei que distribuiria absorventes para mulheres em situação de vulnerabilidade.

O parlamentar teria afirmado que o Projeto de Lei 428/2020, de autoria de Tabata, que trata da distribuição de absorventes em espaços públicos, teria sido arquitetado para favorecer o empresário Jorge Paulo Lemmann. O empresário pertence à empresa P&G que fabrica absorventes.

Segundo a deputada, a propagação de fake news é tida hoje como um dos maiores
instrumentos que colocam em risco a democracia. “Infelizmente não é qualquer surpresa a constatação de que Eduardo Bolsonaro esteja difundindo informações falsas sobre a querelante, já que, ao que aparenta das notícias, esse comportamento constitui seu verdadeiro modus operandi de fazer política“, disse a parlamentar.

O caso está com o ministro Dias Toffoli. 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO