ACESSE

Tabata: "Não posso aceitar que digam que fui desleal com o partido"

Telegram

Depois de dizer ontem, no Roda Viva, que vai ao TSE para sair do PDT sem perder o mandato — e ser criticada pelo presidente da legenda, Carlos Lupi –, Tabata Amaral voltou a tratar do assunto no Twitter.

Ela acaba de postar a seguinte mensagem:

“Não posso aceitar que digam que fui desleal com o partido, quando eu defendi o que o próprio partido defendeu na campanha. Não votei pela reforma do Bolsonaro, votei pelo reforma construída no Congresso.”

Também há pouco, o próprio Lupi tuitou: “Quando alguém se filia a um partido, deve entender suas origens, seus princípios e seu programa”.

Bolsonaro está no Palácio. E a militância virtual também. CONFIRA

Comentários

  • PEDRO -

    Lobo em pele de cordeiro

  • Cláudia -

    Mas a Deus da o livre arbitro! O PDT como age está propondo Ditadura !!!

  • CELINO -

    Gostaria imensamente que pessoas como essa, sem discernimento nenhum , não fossem mais votadas, livrando o pais de tantas bobagens. Mas ,infelismente não acontece assim, seus eleitores são piores.

Ler 17 comentários