“Talvez o que haja é uma troca substancial”

Ana Amélia, de saída do Congresso, disse a O Antagonista que as mudanças no Senado — 85% dos parlamentares da Casa serão trocados no ano que vem — não significam necessariamente que haverá renovação.

“É uma troca. Eu entendo renovação como modo de atuar. Talvez o que haja é uma troca substancial.”

Bolsonaro 60,6% x 39,4% Haddad: ainda há muita fumaça na disputa presidencial. Você precisa se preparar AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Velha burra, qdo se aliou com o Alckmin ficava atacando o Bolsonaro. Eu nao esqueci. Essa ai nao me engana com seus discursos. É amiguinha da Manuela Davila e fazia campanha pra comunista

Ler mais 16 comentários
  1. Velha burra, qdo se aliou com o Alckmin ficava atacando o Bolsonaro. Eu nao esqueci. Essa ai nao me engana com seus discursos. É amiguinha da Manuela Davila e fazia campanha pra comunista

  2. Não joguem pedras na Ana por conta do Chuchu, esta mulher irá fazer muita falta no Senado. O histórico dela fala bem mais do que estes 3 meses tentando fazer o Alckmin acontecer. Lamento a ausênci

    1. Eu nao tenho amnésia igual vc. Essa velha atacou muito a honra do Bolsonaro e é amiguinha da Manuela Davila, ate no palanque dela subiu pra pedir votos. Da uma garimpada no google q vc acha

  3. Precisamos d reforma política q dê ao eleitor o poder d demitir seus representantes a qq tempo e não apenas em época d eleição. Só assim eles entenderão quem é seu verdadeiro patrão.