Talvez Renan não tenha nada a comemorar

Gerson Camarotti confirma que “depoimentos de policiais legislativos à Polícia Federal já apontam que a Operação Lava Jato era o o alvo da ação de contrainteligência em residências e gabinetes de senadores, ex-senadores e até parentes dos parlamentares. A íntegra dos depoimentos será encaminhada ao ministro Teori Zavascki, depois da decisão do magistrado de suspender a Operação Métis”.

Talvez Renan Calheiros não tenha nada a comemorar…

… O problema também é esse: o foro privilegiado privilegia o suspense, em detrimento da racionalidade.

Faça o primeiro comentário