"Taxa de mercado", diz presidente do BRB, sobre financiamento da mansão de Flávio

“Taxa de mercado”, diz presidente do BRB, sobre financiamento da mansão de Flávio
Foto: Divulgação

O presidente do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa, negou que Flávio Bolsonaro tenha sido beneficiado com o financiamento para a compra de uma mansão de R$ 5,97 milhões, conforme O Antagonista revelou ontem.

O apadrinhado de Ibaneis, aliado do clã Bolsonaro, disse ao Estadão:

“Taxa é taxa de mercado. Operação normal. A gente é líder aqui no Distrito Federal.”

Na matrícula do imóvel, consta o parcelamento de R$ 3,1 milhões via BRB, em 360 meses, com “taxa de juros nominal reduzida de 3,65% ao ano”.

Costa é cotado para assumir o Banco do Brasil, como já mostramos.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
TOPO