Tchau, Demóstenes

Dias Toffoli deu carta branca para que o senador cassado Demóstenes Torres se candidatasse este ano.

O amigão de Carlinhos Cachoeira ensaiou tentar o Senado, mas acabou concorrendo a uma vaga na Câmara dos Deputados.

Com 27.801 votos, não deu.

Tchau, Demóstenes.

Bolsonaro x poste de Lula: o que a grande imprensa não conta para você está AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 32 comentários
  1. Então o Lewandowsky e o Tofolli levaram no cu , pois liberaram os seus APADRINHADOS e o povo deu um pé na bunda deles . A turma do STF não entende nada de JUSTIÇA muito menos de POLÍTICA !!!

  2. Desconfio que o Toffu, covarde como eh, vai dar uma de isento e ficar neutro com medo do cenário e maioria direita e…. Nahhhh… Nao… Nao… Esqueçam, Petista eh uma merda sempre e nao muda.

  3. Os mineiro deram um show, estão de parabéns, mesmo com Aércio eleito, Minas merece nosso reconhecimento e admiração, por ter enviado para o lixo da história, Dilmanta e Pilantrel.

  4. Eu, como paranaense, estou triste pelos meus conterrâneos terem conduzido a Gleisi novamente à vida política. Vou ter que ouvir os vagidos dessa senhora, agora na Câmara dos Deputados Federal.

    1. A algo que não entendo.. achei que o coeficiente de votos para eleger era de 30 mil votos, mas Jean Wyllys foi reeleito com 24,295 votos