TCU aponta omissões graves de Pazuello em gestão da pandemia e sugere punição

TCU aponta omissões graves de Pazuello em gestão da pandemia e sugere punição
Foto: Pedro França/Agência Senado

Ministros do TCU sinalizaram nesta quarta-feira (14) que devem punir o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello por omissões na gestão da pandemia de Covid.

O ministro Benjamin Zymler, relator de uma ação sobre a conduta da Saúde em meio à crise sanitária, disse que o ministério não assumiu o papel de liderança no combate ao coronavírus.

Um dos episódios citados pelo ministro foi Pazuello mudar o plano de contingência do órgão na pandemia, com o objetivo de retirar as responsabilidades do governo sobre o estoque de medicamentos, insumos e testes.

“Em vez de expandir as ações para a assunção da centralidade da assistência farmacêutica e garantia de insumos necessários, o ministério excluiu, por meio de regulamento, as suas responsabilidades.”

O ministro Bruno Dantas disse que a gestão do ministério “envergonha” e que já há argumentos de sobra para impor “condenações severas” a gestores da pasta.

O Ministério Público Federal moveu uma ação de improbidade contra Pazuello por omissão no colapso no sistema de saúde de Manaus, entre dezembro e janeiro.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO