Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

TCU: "DESVIO EM OBRAS RODOVIÁRIAS BANCADAS PELO BNDES NO EXTERIOR É DE 4 BILHÕES"

O TCU descobriu um desvio de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 4 bilhões) no financiamento pelo BNDES de obras rodoviárias no exterior. O valor representa 50% de todos os recursos desembolsados pelo banco para esse tipo de empreendimento.

Ou seja, para cada US$ 2 liberados pelo BNDES, US$ 1 foi desviado. O achado consta do voto do ministro-relator Augusto Sherman, aprovado há pouco pelo plenário do tribunal.

“As inúmeras falhas e irregularidades ocorridas na condução das referidas operações permitiram que, ao final, considerando o conjunto delas, ocorresse um desvio de finalidade estimado, por meio de metodologia bastante conservadora, em aproximadamente US$ 1,07 bilhão (equivalente a aproximadamente R$ 4 bilhões ao câmbio de US$ 1.00 = RS 4,00)”, escreveu Sherman.

E ainda: “Tal desvio equivale a pouco mais da metade (50,41%) da totalidade dos recursos desembolsados pelo BNDES para exportação de serviços de engenharia para obras rodoviárias no exterior, aproximadamente US$ 2,12 bilhões”.

As empreiteiras responsáveis por essas obras são as mesmas do ‘clube vip’ do petrolão, com destaque para Odebrecht, Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão e OAS.

rodovias exteriorrodovias exterior1

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO