Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

TCU nega suspeição de ministro indicado para embaixada em Portugal

Raimundo Carreiro é relator de investigação sobre o cartão corporativo de Jair Bolsonaro; deputado que moveu processo, Elias Vaz, cogita acionar o STF
TCU nega suspeição de ministro indicado para embaixada em Portugal
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O Tribunal de Contas da União negou, nesta sexta-feira (3), um pedido de suspeição do ministro Raimundo Carreiro (foto) da relatoria do caso em que a corte apura gastos milionários do cartão corporativo de Jair Bolsonaro e seus familiares, registra O Globo.

Carreiro foi indicado pelo presidente para assumir a embaixada do Brasil em Portugal. O pedido de suspeição foi analisado por Bruno Dantas, que entendeu que a indicação do colega para a representação diplomática em Lisboa não era caso de impedimento.

O pedido de suspeição havia sido apresentado em 19 de novembro pelo deputado Elias Vaz (PSB-GO), que é integrante da Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara.

Diante da negativa, Vaz agora pretende acionar o STF para impedir que Carreiro continue na relatoria do caso. Segundo o jornal carioca, outra opção que está sendo avaliada pela equipe jurídica do deputado é entrar com recurso na própria corte de contas.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....