ACESSE

TCU ordena envio ao MPF de fraudes 'gritantes' no coronavoucher

Telegram

O TCU determinou nesta quarta (1°) o envio ao MPF dos casos de acesso ao “coronavoucher”, o auxílio emergencial de R$ 600, com indícios de fraude. Os ministros aprovaram o parecer do relator do processo, Bruno Dantas.

Com base na folha de pagamento de abril, o tribunal encontrou indícios de que mais de 620 mil pessoas receberam o auxílio irregularmente. Segundo Dantas, chegarão às mãos do MPF “casos que denotem dolo mais gritante”.

Leia AQUI a reportagem de Ana Viriato na Crusoé.

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato

Comentários

  • -

    Todo mundo sabia que isso iria acontecer. Mas a pressão do Congresso , STF para liberarem verbas de qualquer jeito, será que foi proposital ???

  • Wanderlei -

    Aos que se locupletaram deviam devolver dez vezes o valor desse oportunismo rasteiro. Gentalha desclassificada sem o menor senso de humanismo.

  • Osmair -

    Isto aqui é brasil... Com b minúsculo mesmo. Honestidade é quase uma exceção.

Ler 11 comentários