TCU proíbe Queiroz Galvão de firmar contratos com o governo

O TCU proibiu que a Queiroz Galvão firme contratos com o governo federal por três anos e determinou que a empreiteira não seja contratada para obras que receberem repasses federais, informa o G1.

A punição ocorreu depois que investigações mostraram a participação da construtora em fraudes na licitação da Repar, refinaria da Petrobras no Paraná.

É a terceira vez que o TCU declara a Queiroz Galvão inidônea. A primeira foi em 2017, por problemas nas obras de Angra 3, e a segunda no ano passado, por fraudes na licitação da refinaria Abreu e Lima.

Mas, como ainda cabem recursos, a empreiteira continua podendo ser contratada pela administração pública federal.

Bolsonaro Tem Até 29/3 Para Salvar a Sua Aposentadoria. SAIBA MAIS

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 5 comentários