Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

TCU apura quem liberou emenda secreta após suspensão do STF

Segundo levantamento de Randolfe Rodrigues, pelo menos R$ 5,4 milhões foram pagos após Supremo suspender emendas de relator
TCU apura quem liberou emenda secreta após suspensão do STF
Foto: Isac Nóbrega/PR

O Tribunal de Contas da União abriu investigação para apurar a responsabilidade pelo pagamento de emendas do orçamento secreto, mesmo após a determinação da ministra Rosa Weber de suspender a execução das chamadas RP9.

O caso está sob a relatoria do ministro Aroldo Cedraz e mira, principalmente, operações do Ministério do Desenvolvimento Regional, de Rogério Marinho (foto).

Segundo informações divulgadas pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), pelo menos R$ 5,4 milhões foram pagos após a decisão do Supremo Tribunal Federal.

Como mostramos, o STF referendou a decisão a ministra Rosa Weber e determinou que o governo e o Congresso adotem, em 30 dias, medidas de transparência, assegurando amplo acesso público a todas as demandas de parlamentares sobre a distribuição desse tipo de emenda.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO