Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

TCU suspende pregão de R$ 27 milhões da Aeronáutica

Área técnica da corte apontou possível favorecimento a empresa; NAV Brasil, estatal criada por Bolsonaro, está entre órgãos que receberiam equipamentos
TCU suspende pregão de R$ 27 milhões da Aeronáutica
Foto: Divulgação/TCU

O Tribunal de Contas da União (foto) suspendeu um pregão eletrônico do Comando da Aeronáutica por suspeitas de irregularidades em um processo de compra de equipamentos de TI (tecnologia da informação), relata o Estadão.

A área técnica do TCU apontou possível favorecimento a uma das empresas que participaram do certame, estimado em R$ 27,5 milhões.

Ao todo, os militares pretendiam comprar 65 equipamentos para reforçar uma rede de armazenamento, processamento e “virtualização” de dados para órgãos como o Estado-Maior da Aeronáutica e a NAV Brasil, estatal criada pelo governo Jair Bolsonaro em 2020.

“Esses equipamentos se juntariam a outros 25 já existentes, cujas aquisições não geraram contestação”, escreve o jornal paulistano. “Embora o volume de novos itens fosse quase três vezes maior, a Aeronáutica restringiu as aquisições a uma marca americana específica, mesmo para repartições que ainda não têm a tecnologia anterior.”

Só duas empresas participaram do certame —o que, para os auditores do TCU, pode ser mais um indicativo da restrição da competitividade— e a vencedora foi a Tamandaré Technology, do Rio, com oferta de R$ 25,5 milhões.

O advogado da Tamandaré, Felipe Vieira, disse ao Estadão que a empresa ainda não foi notificada, mas está tranquila e prestará todos os esclarecimentos.

 

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....