ACESSE

TCU vai auditar gastos da Presidência com cartão corporativo desde 2017

Telegram

O TCU acatou um pedido de Fabiano Contarato, senador da Rede do Espírito Santo, e fará uma auditoria para apurar se há irregularidades nos gastos com cartão corporativo pela Presidência, registra a CNN.

Serão avaliados os pagamentos sigilosos feitos desde janeiro de 2017, no governo Michel Temer, até o momento atual, na gestão de Jair Bolsonaro.

Em maio, conforme noticiamos, Contarato acionou o TCU para que investigasse possíveis irregularidades nas despesas com o cartão e pediu que as contas fossem tornadas públicas.

Na sessão desta quarta-feira (10), o tribunal acatou apenas o pedido para que a auditoria seja realizada.

Leia mais: Brasil precisa dos DADOS REAIS sobre a Covid-19

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 45 comentários