Tebet pede que Conselho da Amazônia inclua proteção ao Pantanal

Tebet pede que Conselho da Amazônia inclua proteção ao Pantanal
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) propôs hoje a inclusão do Pantanal no Conselho Nacional da Amazônia Legal pelos próximos cinco anos.

A ideia é ampliar as ações de enfrentamento a futuras queimadas, com mais recursos e equipamentos do governo federal.

“A Amazônia Legal se integra ao bioma Pantanal pelo estado de Mato Grosso. O mundo não vai se indispor em relação a isso. Esses cinco anos protegidos pelo Conselho da Amazônia Legal poderão ser a maior contribuição imediata da Comissão do Pantanal”, declarou Tebet.

Em agosto, o plenário do Senado já havia aprovado proposta da senadora de indicação, ao Presidente da República, para que o Pantanal fosse incluído na missão do Conselho da Amazônia. Esse texto ainda não previa a duração de cinco anos.

A definição da missão e da composição do conselho são atribuições do presidente. Daí a sugestão da senadora.

A ideia, agora, é que senadores levem o pedido em mãos a Bolsonaro na semana de 19 a 23 de outubro.

“Cada bioma traz a sua especificidade e demanda estratégias próprias de atuação. Importa-nos que o Conselho, reestruturado e com essa nova missão, estenda seu olhar para o Pantanal”, disse a senadora.

Leia também:

Ibama gastou menos de 40% do orçamento de combate a desmatamento e queimadas em 2020

Leia mais: Combo O Antagonista e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês
Mais notícias
TOPO