Telmário pede punição a delegado que o acusou no STF

Telmário pede punição a delegado que o acusou no STF
Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Telmário Mota (Pros-RR) pediu à Corregedoria da Polícia Federal punições disciplinares contra o delegado Alexandre Saraiva, ex-superintendente da Polícia Federal no Amazonas.

Saraiva acusa o parlamentar de integrar uma organização criminosa e de proteger extração de madeira ilegal na região Norte, junto com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e com o presidente do Ibama, Eduardo Bim.

Telmário nega tentativa de interferir nas investigações da PF, como acusa Saraiva, e diz que o delegado o acusa sem apresentar indícios de sua suposta parceria com madeireiros.

“Trata-se de acusação absolutamente grave, genérica e leviana”, afirmou.

A notícia-crime cita uma série de posts de Telmário nas redes sociais com ataques à atuação de Saraiva nas investigações sobre madeireiras que atuam na Amazônia.

Disse que ele é um “delegado fora-da-lei”, que “atua como um radical contra a Amazônia” e que seria mais honesto que ele abrisse “uma dessas ONG$ ambientalistas”.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO