ACESSE

Tem dinheiro para o voto impresso, ministros

Telegram

No orçamento sancionado ontem por Michel Temer, está prevista a destinação de R$ 250 milhões para a compra de impressoras para as 600 mil urnas eletrônicas.

Gilmar Mendes só quer comprar 5%, mas ele deixa a presidência do tribunal em fevereiro, quando será substituído por Luiz Fux.

Evitar o ‘voto fake’ é bem mais importante do que combater ‘fake news’, ministros.

Será que o governo está no caminho certo? LEIA AQUI

Comentários

  • luiz -

    Enquanto existir esses advogados de corruptos dessa orgnizaçao criminosa por nome STF advogados de ladrao, Ministros nomeados por corruPTos ladraoes, que nao tem capacida nem para ser juiz, como Dias Toffoli que por duas foi reprovados no concurso para juiz, ou como alexande de moraes, adovogado de extrupador e traficante e criminoso. Ou como Gilmar mendes ladrao safado corrupto, com varios grampos, grampos com, Aecio neves politico corruPTo delatado na lava jato, ou como Silval barbosa preso na Operação Sodoma, deflagrada pela Polícia civil de MT para investigar o esquema de fraudes à licitação, de desvio de dinheiro publico e pagamento de propina ambas varias empresas receberam aproximadamente R$ 300 milhões em contratos com o governo de barbosa... #intervençáomilitarjá

  • Sarcástico -

    Poderiam substituir as urnas por maquininhas tipo de cartão de crédito que enviaria o voto em tempo real via WiFy e ainda imprime o resultado para colocar em urna custa menos que esta impressora. Se teria a segurança do voto impresso e a rapidez da apuração.

  • José -

    O que adianta ter impressora na urna eletrônica, se o voto eletrônico for hackeado para outro candidato diferente do que está impresso?

Ler 60 comentários