Temer anuncia intervenção federal em Roraima

Michel Temer anunciou hoje intervenção federal em Roraima até 31 de dezembro, informa a TV Globo –logo depois, o presidente confirmou a informação via Twitter.

O estado enfrenta uma crise migratória com a chegada de venezuelanos –que fogem da catástrofe da ditadura de Nicolás Maduro– e também uma crise no sistema penitenciário.

Hoje, o presidente recebeu ministros no Palácio da Alvorada. No momento em que cinegrafistas foram autorizados a filmar a reunião, Temer anunciou a intervenção e afirmou tê-la negociado com a governadora Suely Campos.

“Tentamos os mais variados meios (…). Não encontramos nenhuma saída legal para tanto. Daí porque eu (…) falei com a senhora governadora e disse que a única hipótese para solucionar esta questão, especialmente aquela de natureza salarial, seria decretar a intervenção até a posse, naturalmente, do novo governador”, declarou o presidente.

Segundo Temer, um interventor federal em Roraima ainda será nomeado. “Vamos levar aos conselhos de Defesa Nacional e ao da República a nossa decisão”, tuitou o presidente.

Quer mais exemplos de tentativas de minar os avanços da Lava Jato? LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Michel Temer inviabilizou o governo de Suely Campos ao permitir a entrada de um enorme contingente de refugiados em Roraima. O serviço público ficou colapsado e Roraima virou um favelão.

Ler mais 23 comentários
  1. Michel Temer inviabilizou o governo de Suely Campos ao permitir a entrada de um enorme contingente de refugiados em Roraima. O serviço público ficou colapsado e Roraima virou um favelão.

    1. Aí é diferente. Mas em muitos Estados, Municípios, também caberia. É uma vergonha assistir o País nessas dificuldades políticas, fiscais, administrativas e, morais.

  2. Qd um malfeitor age, a 1 coisa temos de avaliar é qual vantagem o desgr@çado vai levar. No caso em visa, o q Temer teria a ganhar fazendo uma intervenção a vinte e poucos dias do fim do seu govern

    1. Voltando à questão inicial, talvez o q o Temer queira agora é tentar camuflar a enorme incompetência com q lidou com a crise migratória, transferindo o problema q criou, para o partido do Bolson

    2. Ainda mais quando sabemos com q insistência a governadora de Roraima pediu ajuda do governo federal. Taí governadora, demorou um pouquinho mas chegou no fim da festa.

    1. E a irresponsabilidade fiscal vai adiante! Viva 13 anos de Petismo, viva Copa e Olimpíadas (não precisamos de hospitais), viva a Petrobrás!.. O Lula tá preso?!?

  3. Mais um presente de grego para o Bolsonaro. Chega de intervenção em tudo, no rio e agora em RR. O que deve ser feito é fazer o congresso trabalha para resolver problemas. O problema é Maduro.