Temer busca apoios contra possível terceira denúncia

Depois de conversar com o PRB, Michel Temer participou de um jantar do PR, registra o Estadão.

O presidente discursou por 15 minutos, enaltecendo a aliança com a sigla, que ocupa o Ministério dos Transportes desde o início de seu governo e que pretendia apoiar Lula na eleição.

Na semana anterior, Temer já tinha participado de jantar do PP, que apoia Rodrigo Maia.

Já Roberto Jefferson lhe disse que o PTB seguirá apoiando o governo, mas já se comprometeu a apoiar a candidatura de Geraldo Alckmin. O partido se dispôs a entregar o Ministério do Trabalho, mas Temer manteve o comando da pasta com a sigla.

“Aliados dizem que, mesmo atingido pela Lava Jato, Temer segue com seu projeto eleitoral. Enquanto o pleito não chega, o emedebista precisa do apoio dos partidos da base aliada para aprovar matérias econômicas importantes no Congresso Nacional, entre elas, a privatização da Eletrobrás e a reoneração da folha de pagamento.

Mais ainda: precisa do apoio dos deputados dessas siglas para barrar uma eventual terceira denúncia da PGR.”

Comentários

  • Cacevo -

    No Brasil, apoio político não é ideológico. É comprado mesmo! Sem uma reforma política que acabe com essa situação, fica muito difícil governar sem cometer crimes.

  • Na -

    . Chegou a vez de T. . A PGR Raquel Dodge tem que fazer a 3ª denúncia contra Temer. . Caso contrário, ela poderá ser incorrida em crime de prevaricação !!! .

  • Metambulante -

    Que desespero hein???? E as eleições em Junho, como andam???

Ler 19 comentários