Temer busca apoios contra possível terceira denúncia

Depois de conversar com o PRB, Michel Temer participou de um jantar do PR, registra o Estadão.

O presidente discursou por 15 minutos, enaltecendo a aliança com a sigla, que ocupa o Ministério dos Transportes desde o início de seu governo e que pretendia apoiar Lula na eleição.

Na semana anterior, Temer já tinha participado de jantar do PP, que apoia Rodrigo Maia.

Já Roberto Jefferson lhe disse que o PTB seguirá apoiando o governo, mas já se comprometeu a apoiar a candidatura de Geraldo Alckmin. O partido se dispôs a entregar o Ministério do Trabalho, mas Temer manteve o comando da pasta com a sigla.

“Aliados dizem que, mesmo atingido pela Lava Jato, Temer segue com seu projeto eleitoral. Enquanto o pleito não chega, o emedebista precisa do apoio dos partidos da base aliada para aprovar matérias econômicas importantes no Congresso Nacional, entre elas, a privatização da Eletrobrás e a reoneração da folha de pagamento.

Mais ainda: precisa do apoio dos deputados dessas siglas para barrar uma eventual terceira denúncia da PGR.”

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. No Brasil, apoio político não é ideológico. É comprado mesmo! Sem uma reforma política que acabe com essa situação, fica muito difícil governar sem cometer crimes.

    1. Acho, na minha humilde opinião como cidadão, que bastaria um projeto que proibisse um político de assumir uma outra função pública que não fosse aquela para a qual foi eleito (Sen, Dep Fed ou Est, Ver), devendo cumprir um prazo mínimo de 80 porcento do mandato, aí sim seu nome poderia ser lembrado para alguma função em outro escalão, e melhorar no sistema de indicação, acabando com o toma-lá-dá-cá. Esta é minha opinião, mas que eles (Parlamentares) dificilmente aceitariam.

Ler mais 18 comentários
  1. No Brasil, apoio político não é ideológico. É comprado mesmo! Sem uma reforma política que acabe com essa situação, fica muito difícil governar sem cometer crimes.

    1. Acho, na minha humilde opinião como cidadão, que bastaria um projeto que proibisse um político de assumir uma outra função pública que não fosse aquela para a qual foi eleito (Sen, Dep Fed ou Est, Ver), devendo cumprir um prazo mínimo de 80 porcento do mandato, aí sim seu nome poderia ser lembrado para alguma função em outro escalão, e melhorar no sistema de indicação, acabando com o toma-lá-dá-cá. Esta é minha opinião, mas que eles (Parlamentares) dificilmente aceitariam.

  2. .
    Chegou a vez de T.
    .
    A PGR Raquel Dodge tem que fazer a 3ª denúncia contra Temer.
    .
    Caso contrário, ela poderá ser incorrida em crime de prevaricação !!!
    .

  3. O governo acaba em menos de 8 meses. É o tempo que ele tem solto. Sem foro privilegiado ele cai no colo do Moro no dia 2 de Janeiro de 2019. E então, vai ser o segundo presidente preso por crime comum. O terceiro será a presidanta. Vamos bater todos os recordes mundiais: o único país a ter 3 presidentes presos. Vai ser uma alegria para os trabalhadores honestos do brasil.

  4. É a mesma PGR que denunciou os Bolsonaros na última sexta-feira 13??
    Kkk, coitada da Raquel, agora que Raquel ficará sozinha, ela e a ala Tuiuti do MP.
    Terceira denúncia há 5 meses da eleição??
    Nessa toada Raquel vai acabar mais queimada que o enganot.

  5. No PR e no PRB já tem um bocado de corrupto é por isso que o temer tá se chegando a eles pois aonde tem corrupto o temer tá entre eles, aonde tem corrupção o temer tá no meio, quanto à terceira denúncia pode ter certeza de que a engavetadora Raquel Dodge já arquivou, engavetou.

  6. Assim como ocorreu com Janot no caso dos irmãos Batista, não vai ser difícil Temer convencer e comprovar a improbidade da PGR Raquel Dodge. QUE DENÚNCIA É AQUELA CONTRA O DEPUTADO EDUARDO BOLSONARO? (!) O casal Eduardo e Patrícia estão se esbaldando… Fizeram uma EC concedendo ao Ministério Público Federal atribuições de alcoviteiro para intermediar relacionamentos amorosos e dar ao instituto jurídico TRANSAÇÃO PENAL uma aplicação mais ampla? É marketing combinado ou é só mais uma sacanagem com o povo para justificar a obstrução dos serviços regulares da Justiça? SERÁ QUE SOU A ÚNICA A SE INDIGNAR CONTRA A CORRUPÇÃO SISTÊMICA DOS MEMBROS DA MAGISTRATURA E DO MINISTÉRIO PÚBLICO?