Temer cancela viagens internacionais

Telegram

Michel Temer cancelou as viagens oficiais que faria para a Colômbia e para o Paraguai em agosto, informa a Folha.

A decisão foi tomada depois de conversas com Rodrigo Maia e Eunício Oliveira, para evitar que eles sejam obrigados a deixar o país novamente.

Sempre que Temer viaja, os presidentes da Câmara e do Senado são os sucessores imediatos.  Contudo, pela lei eleitoral, desde abril eles estão impedidos de ocupar interinamente o Planalto, para não se tornarem inelegíveis como deputado e senador.

Nas últimas viagens do presidente ao exterior, Maia e Eunício também saíram, e Cármen Lúcia assumiu a Presidência da República.

Comentários

  • Ronaldo -

    Não dá para dizer que foi sábia decisão porque não foi ele que decidiu, mas foi uma decisão oportuna e adequda para este momento.

  • Mendes -

    QUE LIXO É ESTE ? O TRIO É LITERALMENTE PARADA FEDERAL...... HAJA SACO.

  • Sonia/sp -

    O melhor disso é que Carmem Lucia nao precisa sair de seu posto, guardiã do que sobrou fo stf!

Ler 11 comentários