ACESSE

Temer disposto a ‘não levar porrada de boca calada’

Telegram

O Antagonista soube que a ideia dos vídeos de Michel Temer com ataques a Geraldo Alckmin e Fernando Haddad surgiu em uma reunião na última terça-feira, no Palácio do Planalto, com o marqueteiro Elsinho Mouco.

O presidente vinha sendo pressionado por aliados a “não levar porrada de boca calada”.

“Depois da eleição, você vai estar completamente fora do jogo, Michel. A hora de responder é agora”, chegou a dizer um deputado da base aliada ao presidente.

Apesar de o texto ter sido aprovado previamente por Elsinho, Temer se deixou levar pelo improviso nas gravações.

“Você arrebentou. Tirou tudo aquilo das suas entranhas”, disse um outro aliado a Temer, após a divulgação do resultado nas redes sociais do presidente.

Temer pretende gravar mais vídeos sempre que for atacado ou quando ouvir dos presidenciáveis propostas “impossíveis de serem postas em prática”.

“Daqui para frente, vai ser bateu-levou”, resumiu uma fonte do Planalto.

Comentários

  • Giovanina -

    Pois é, agora estou só esperando o Temer chutar o pau da barraca e declarar voto, incondicional, no Bolsonaro. Vamos lá Temer, coragem. Bolsonaro já.

  • Marcela -

    Temer não fique de boca calada! Fale da mala de 500 mil , do Loures e do Coronel Lima!!!!

  • Lino -

    É isso mesmo Temer, não deixe um mais bandido que você fazer graça, PNC do Alckmin o ladrão de merendas, #forçaTemer.

Ler 25 comentários