Temer e a “cota” tucana

Michel Temer ficou espantado ao ouvir que José Serra e Alexandre deMoraes não eram considerados da “cota” tucana de ministros.

“Não?!”, perguntou Temer.

“Não”, respondeu o interlocutor. “Serra é da sua cota pessoal e Machado é da cota do Alckmin.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 39 comentários
  1. Desculpe a expressão, mas este novo governo está cheirando muito mal, tá parecendo óbvio que estes aristocratas não se importam com a vontade popular, apenas deram um espelhinho e cachaça para depois voltar aos costumes.

  2. Temos de ver que estas pastas foram transformadas em ministérios, mas faziam parte dos ministerios-destino. Só não sei se o da Cultura deveria ficar com Educação. Do resto, parece estar correto. Se cortar ministério, estrutura de gabinete, equipe, etc, já é redução de custos. Deixar de olhar para Portos e Aviação Civil no Dos Transportes é impossível, por exemplo. Agora, igualdade racial, das mulheres, estas coisas, tem de ir pra baixo do Ministério da Justiça e serem extintos de vez. Afinal, as leis já existem e todos somos iguais perante ela, cabe fazê-las funcionar.

  3. Eu entendo que o loteamento do estado está enraizado na política e nos políticos brasileiros, mas será que é tão difícil assim cortar cargos e ministérios? A Argentina tinha o mesmo problema e não em parece que o Macri teve tantas dificuldades de fazer ajustes e conseguir governar. Não seria o caso do Temer conversar com o Macri para trocar ideias? No mínimo já seria uma boa sinalização para o mercado de que o Brasil quer seguir o mesmo caminho tomado pela Argentina.

  4. Será que é tão difícil assim cortar cargos e ministérios?! A Argentina passou pelo mesmo problema do Brasil e não me parece que o Macri teve tanta dificuldade de fazer mudanças e ainda conseguir governar o país. Não seria o caso do Temer conversar com o Macri para trocar ideias? Não podemos trocar seis por meia dúzia, não temos tempo.

  5. Se não cortar pelo menos 10 mil cargos e jogar CPMF em nós, não vamos deixar barato. Quero ver no pronunciamento na TV falar de corte de regalias e de tantos cargos inúteis desses sangue-sugas. Sem historinha.

  6. Se não cortar PELO MENOS 10 MIL vai fazer ajuste como, metendo CPMF em nós? Se tivermos que pagar a conta AINDA MAIS, vamos marcar um protesto ainda maior

  7. Estranho é o atual ministro invisível do ministério dos transportes, deve estar em Miami, junto com a patroa, ela leva muitas jóias toda vez que viaja, alguém tem alguma informação ?

  8. Ops, ia esquecendo. Aproveita e cria uma agência de investigação de acidentes independente, ligada ao congresso e voltada para todos os modais de transporte. Seria uma enorme contribuição contra a impunidade e a corrupção.

  9. Quando Dilmaluca for defenestrada, vamos virar as metralhadoras para Temer. Ou faz o que a população brasileira está exigindo, ou haverá novo impeachment. Simples assim!!! Estamos fartos de sermos ludibriados e roubados!!!

  10. Miguelito Temer desaponta antes de sentar na cadeira. Assim teremos que apelar a Gilmar Mendes quando assumir o TSE…

  11. Ok, mas terão que significar redução de pessoal, de prédio, etc. Pode cortar esse povo pela metade a fazer essa gente trabalhar. Fim dos cargos comissionados. Pelo amor de Deus!!!!

  12. Muda sim . Uma reunião de ministério com 15 gestores é uma reunião de trabalho . uma reunião com 36 é uma zona.

  13. Ou Seja…Temer não vai ter peito para fazer o certo! Também, com tanto tempo escolhendo o errado, com certeza perdeu a prática.

  14. PQP!!!!!! QUE BOSTA DE PAÍS!!!!!! PACIÊNCIA CHEIA COM ESSES VERMES! BANDO DE PARASITAS! BANDO DE VAGABUNDOS!

  15. PRIVATIZE A CEF, bb , furnas, Eletrobras, Aeroportos, portos e faça concessões de estradas e ferrovias 100% privadas no centro oeste.. desfaça a compra da GVT pela vivo, desfaça a união da garoto com a neste. todas as concessões com pelo menos 70 anos de validade com segurança jurídica TOTAL. reduza o imposto da produção de aço e alumínio tire os impostos sobre as folhas de pagamento. tabele um teto para juros de cartão de crédito e financeira. numero máximo de alunos por professores nas séries fundamentais. crie uma opção de gás liquefeito para substituição do gás da Bolívia

  16. Isso é papo pra boi dormir. Nas entranhas da máquina, não vai mudar nada. Mudam as moscas, mas a merd@ fica a mesma!

  17. Repito, uma vez mais: Acho que a maioria das pessoas espera muito do governo Temer. Temer foi eleito com Dilma. Faz parte do mesmo governo. O “rompimento” de grande parte do PMDB foi com Dilma e o PT, não com o governo. Muitos parecem acreditar que a oposição vai assumir o governo com a saída de Dilma. Prudência e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. Quanto maior a expectativa, maior o desencanto. “Menas” pessoal… “menas”…

  18. Aproveita e inclui a navegação aérea no Ministério do transporte, também, se não teremos mais uma vez um empurra empurra de responsabilidades e nada muda.

  19. Espero que com a incorporação de todos os modais de transporte em um só ministério tenhamos o tão sonhado planejamento integrado dos transportes. Chega de cada um por si e todos contra o Brasil.

  20. Transformam ministérios em secretarias e subsecretarias dent4ro de outros ministérios e chamam isso de corte.

  21. A Cultura precisa de uma devassa. Cultura não é assunto de governo, ela só tem servido a esquemas de corrupção. Cultura é propriedade da população e de seus artistas. Artista atrelado à cultura de governo é lacaio, é laranja.

  22. Como as repartições vão ficar, após a redução de ministérios => http://4gifs.tumblr.com/post/35733465986/musical-chairs-fail

  23. Ok, entendo, mas tem que reduzir de fato…como disse antes, bastariam 12 ministérios: 1) Defesa; 2) Agricultura; 3) Saúde; 4) Educação e Cultura; 5) Ciência, Tecnologia e Inovação; 6) Fazenda; 7) Trabalho, Indústria e Comércio; 8) Transportes e Cidades; 9) Energia; 10) Comunicação; 11) Relações Exteriores; 12) Justiça e Direitos Humanos. Transportes pode englobar atividades dos atuais ministério das cidades, dos portos e da aviação civil. Cultura tem que ficar junto com educação. Mas ciência, tecnologia e inovação devem ficar em um ministério a parte, para atuar no crescimento do PIB.

  24. MarciaG 1 minuto atrás Morar em buraco é isso. Exatamente! A propósito já havia percebido que a “máquina” do estado, “tão eficiente”, não vai diminuir, apenas vai se distribuir soba novas nomenclaturas para despistar e enganar as pessoas. Como sempre o estado incha, incha, incha como um balão ! Quando vai aparecer alguém com uma agulha afiada ? Claro se aparecer…

  25. Mudanças significativas interessam apenas a população decente e pagadora de impostos escorchantes. Não interessam aos políticos. A sequelada será sacrificada para que o resto continua como está. Temeroso será breve, pois foi eleito com dinheiro roubado. Em 2018, com as atuais urnas fraudulentas, ganhará quem o Foro de SP desejar.

  26. Antagonistas, vamos esperar o homem assumir! Quando tivermos a certeza q o PT ñ é mais poder miramos o farol pra Temer.

  27. Como vcs são chatos… se acaba com por exemplo, o Ministério da Aviação, ele tem que ser incorporado por outro ministério, meu deus do céu…. Vai fazer o q????? Vcs estão mal intencionados, só pode ser isso…

  28. Eles acham que vão enganar o povo com essa estória de secretarias…..mas não vão não! A gente quer o governo enxuto e não aceitamos mais impostos!

  29. E o dos Esportes? Qual é a utilidade de se ter um ministério dos esportes, principalmente depois que acabarem as Olimpíadas? E por que o Ministério do Turismo não poderia estar na estrutura do MDIC? E o das Cidades no da Integração Regional (ou vice-versa)? E por aí vai…

Os comentários para essa notícia foram encerrados.