Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Temer e as "pessoas físicas" do combate à corrupção

Segundo Temer, Augusto Aras é "muito consequente em relação aos atos que pratica. É muito cauteloso, como convém" 
Temer e as “pessoas físicas” do combate à corrupção
SP - LAVA JATO/TEMER/PRISÃO - POLÍTICA - O ex-presidente Michel Temer (MDB)(à esquerda) ao deixar uma área da Polícia Federal no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP), de onde seguiu para embarque em um avião da PF rumo ao Rio de Janeiro, nesta quinta- feira, 21. Temer foi preso na manhã desta quinta-feira, 21, pela força- tarefa da Operação Lava Jato. O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, acolheu os argumentos do Ministério Público Federal (MPF) e determinou que Temer seja custodiado na Unidade Prisional da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, em Niterói, na região metropolitana. 21/03/2019 - Foto: WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEÚDO

Em entrevista ao Roda Viva ontem à noite, Michel Temer disse que prestam um desserviço aqueles que “dizem que, se certas pessoas físicas não puderem combater a corrupção, não há mais combate à corrupção”. “Não depende de uma pessoas física ou de pessoas físicas, depende da Constituição.” 

Segundo Temer, Augusto Aras é “muito consequente em relação aos atos que pratica. É muito cauteloso, como convém”.

“O chamado fenômeno Lava Jato abriu um caminho muito sério para o combate à corrupção. Se houve exagero, não houve exagero, não importa. Não pode ser dito que agora não haverá mais combate”.

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO