Temer está espantado com Marco Aurélio Mello

Michel Temer comentou a decisão de Marco Aurélio Mello de determinar que a Câmara abra um processo de impeachment contra ele.

Segundo a Veja.com, o vice-presidente disse:

“Confesso que fiquei extremamente espantado por razão singela. O pedido, quando foi formulado, invocou decretos que assinei interinamente. Esses decretos estavam dentro da meta fiscal, da lei orçamentária, tanto que um deputado questionou isso no TCU e procurador do TCU deu parecer favorável à minha conduta. Não houve pedalada. Por isso confesso que me surpreendi enormemente com a decisão dele já que, no geral, ele se comporta em obediência à ordem jurídica e não à desordem jurídica.”

Marco Aurélio Mello está mesmo irreconhecível desde que passou a conversar com Jaques Wagner.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 34 comentários
  1. Esse Ministro Cardoso só chuta pra fora. Falou , falou e não disse nada. O Cunha e o PMDB no momento são imprescindíveis para a queda do dilma. Não está na hora de caçar bruxas entre os que estão com o mesmo propósito. Uma coisa de cada vez. Agora é eluminar a quadrilha.

  2. Eduardo Cunha não vale nada, ainda assim, é muito, mas muito melhor que o PT. Se não fosse Eduardo Cunha não teríamos conseguido chegar ao pedido de impeachment. É o que temos e precisamos dele no momento. Já tá mais do que na hora do brasileiro aprender a fazer política, são todos ruins, porém, temos que lidar com eles da mesma forma que somos tratados. A gente faz de conta que vai votar neles se fizerem o que desejamos e se lá na frente acharmos que não valeu, que não foi suficiente, mesmo que ele tenha feito o que queríamos, ainda assim, podemos dar-lhe uma banana no voto.

  3. Acabei de ler: “Ainda bem que temos Eduardo Cunha como oposição” Posso acrescentar: “Ainda bem que temos um estandarte das instituições e da lisura para liderar-nos” “Ainda bem que temos um relator com mais de 20 anos de trânsito nas estatais e mais honesto que a própria acusada” “Ainda bem que estamos bem de argumentos” “Ainda

  4. é melhor Eduardo Cunha do que a mafia Petista. Ele vai responder pelos seus crimes , mas é 1 Antagonista ao PT. So por isso , merece meu respeito. JEC NAO é pareo para Cunha.

  5. Uma vez comprovado que Cunha se envolveu em corrupção deve responder por seus atos, mas terá prestado um relevante serviço ao país no que tange a ter contribuido para “varrer” os PTralhas do Governo.

  6. Perguntas: Se o Cunha é culpado das acusações que lhe são impostas, então porque ele simplesmente não fez acordo com o governo para se livrar disso? Então vão me chamar de todas aquelas ofensas já sabidas, ok, não ligo. Vamos pensar mas um pouco? Se o PT não aceitaria fazer acordo com o Cunha, como é que ele oferece hoje de 400 mil a um milhão pelo voto contra o impeachment? Para encerrar, até quando vamos aceitar informações virulentas injetadas pelo PT, em nossos aliados, que tem como objetivo destruir nossos representantes aliados? Quando vamos amadurecer?

  7. Bem feito pro JEC. Foi patético. Ele não tem o preparo, a inteligência nem a habilidade de Cunha. Mexeram no vespeiro errado agora aguentem. Incompetentes. Dá-lhe Cunha. Pau neles.

  8. O post está infestado de petralhas incomodados porque Cunha mais uma vez falou a verdade: a defesa feita por JEC foi indigna, um presidente da República, mesmo sendo Dilma Rousseff, mereceria alegações defensivas de alta qualidade e objetividade jurídica ainda que não houvesse muito material para a defesa trabalhar. JEC fez uma defesa a la PT: atacar, atacar e atacar quando deveria defender. Dilma restou indefesa.

  9. O JEC não entendeu é que o processo impeachment é iminentemente político. A defesa, não. É técnica. Portanto, abraçar-se a uma tese dessas é reconhecer que não tem argumentos.

  10. ELE FOI LÁ PARA DESCER O SARRAFO EM VOCÊ. FOI SÓ O QUE FEZ. ACABOU MUDANDO MUITAS OPINIÕES DOS PRESENTES, DE CONTRA PARA A FAVOR DO IMPEACHMENT. ISTO É JEC-AGU.

  11. O JEC ficou esbravejando e gesticulando o tempo todo, sem condições, parecia aqueles ditadores caricatos querendo impor suas opiniões sobre os demais, obviamente não há como defender o indefensável, só na base do grito mesmo. Os fatos recentes beiram à insanidade, daria um bom enredo para o pessoal do Monty Python!

  12. Cunha também disse que a OAB é um cartel e que não tem credibilidade. Ele também disse que não tem conta na Suíça. O Cunha é indigno. O Cunha também disse que nunca nomeou ninguém na Petrobras e que o PMDB não tinha operador.

  13. Dilma Rousseff – referindo-se a Ricardo Lewandovski, Dias Toffoli, Teori Zavascki, Luís Roberto Barroso e Luiz Edson Fachin – mandou dizer: “Eu tenho cinco ministros do Supremo”. http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil