Temer não vale nada para aliados

Temer tem tudo para ser abandonado pelos aliados, já que seu peso nas eleições de 2018 será nulo, na hipótese otimista, ou negativo, na realista. É o que afirma Vinícius Torres, na Folha de hoje. Leia:

“A melhora da economia talvez não se converta em ativo eleitoral, dizem, pois Temer não vai liderar sua sucessão em 2018, não apenas por ser impopular ou por tocar reformas amargas e comandar enrolados de escol na Lava Jato.

Além do mais, segue o raciocínio do desencanto, um refresco no PIB não apagaria a memória azeda de três anos de recessão, que também ficaria carimbada nos governistas mais autênticos. Um candidato viável a presidente viria do PSDB ou do espaço exterior da política politiqueira, um “outsider” sideral, com ou sem economia melhor.”

Faça o primeiro comentário