Temer ordenará reforço na segurança dos presidenciáveis

Michel Temer vai anunciar em instantes que determinou reforço na segurança de todos os candidatos ao Planalto, informa a Coluna do Estadão.

Logo depois da notícia do atentado contra Jair Bolsonaro, o presidente se reuniu com o ministro da Segurança Pública e chefe da PF, Raul Jungmann.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Realmente um acontecimento lastimável,que infelizmente retrata o ” lixo ” de ideologia do continuísmo, doutrinação” socialista” instituída pelo PT nos últimos anos, apesar da falência do e

Ler mais 26 comentários
  1. Realmente um acontecimento lastimável,que infelizmente retrata o ” lixo ” de ideologia do continuísmo, doutrinação” socialista” instituída pelo PT nos últimos anos, apesar da falência do e

  2. nao precisa os esquerdopatas estao tendo a segurança dos assassinos, dos verdadeiros democratas o que precisa e o exercito fazer a segurança da constituçao e das leis pisoteadas pelos tres podres

  3. Lendo a maioria dos comentarios abaixo, chega-se fácil a conclusão que a Dra. Janaina e o Gal Mourão estavam certos !! Boçais e PT ao contrário são a base de sustentação do deputado Bolsonaro.

  4. Temer só pra não esquecer VTNC! Um ladrão na presidência, contribui e muiiiiiiiiiiiiiiiiiito pra essa situação. Nenhuma nação pode seguir com um denunciado presidente. Vaza Temer!

  5. Pra que reforçar a segurança dos presidenciáveis, se o Bolsonaro é o ÚNICO que faz campanha aberta nas ruas, cara a cara com o povo? TODOS os outros só vão pra encontros fechados!

    1. Sim fazem reunião de emergência para relembrarem das glórias dos tempos de Caxias e ficarem um bajulando o outro enquanto sugam os nossos impostos para não fazerem nada.