Temer: “Passei quatro anos em total ostracismo”

Lemos, sim, a reportagem de Simon Romero, do New York Times, sobre Michel Temer.

Pelo menos ele não cacifou a malandragem de que o impeachment é golpe, apesar de ter citado uma bobagem qualquer de Jânio de Freitas (já esquecemos).

Temer disse a Romero: “Passei quatro anos em total ostracismo. Nós (ele e Dilma) não somos amigos porque ela jamais se considerou minha amiga.”

33 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. O Brasil foi transformado num país de atendentes de call center. Só falta os ilustres senadores, os políticos mais experientes e preparados do país, segundo avaliação deles próprios, nos informarem que o prazo para a formação da comissão é de 48 horas úteis. Daí irão ao STF para determinar qual é a exata jornada de trabalho do Senado para calcularmos as 48 horas úteis. Vão descontar o horário do almoço? As pausas para cafezinho? Obtrabalho é de segunda a sexta ou de terça a quinta? Renan está cheio de duvidas. A unica coisa certa é o prazo para a entrega do Imposto de Renda.

  2. Via de regra são corridos, só seriam úteis se expressamente especificado na lei, mas já nenhuma lei no Brasil, por mais expressa que seja, significa o que sempre significou caso o PT, digo, o STF decida o contrário. Então já não sei mais de nada.

  3. Sabe Antagonistas, não sei se fica muito caro, mas se vocês colocassem a possibilidade de concordamos ou não com opiniões, facilitaria. Por ex. concordo com o fulano e acrescento isso ou aquilo. discordo. por isso ou aquilo. ou somente Curto Não curto.

  4. Já disse antes. Não tem jeito. O impeachment vai sair dez dias a mais ou a menos. O que me intriga é porque o PT e a Dilma precisam tanto deste tempo? Tempo para destruir papéis, documentos de computadores, etc… Senhora Dilma, pode destruir, fique à vontade… toda a lama será descoberta quando a ABIN mudar de mãos.

  5. É impressionante que o Senado da República se comporte de forma tão imatura e indefinida num momento trágico deste país. Faço exceções a alguns Senadores que se comportaram de forma correta.. Só o fato de adiar para após o feriado é o fim considerando milhões de trabalhadores como eu que trabalham nos fins de semana. Pega muito mal. Há pessoas morrendo em filas de hospitais.!Senadores nota 0 pra vocês. Deputados 70% de parabéns.

  6. Off topic: Quem precisa de ameaça do EI num país como o Brasil? A última da República Popular Democrática da ORCRIM é infligir Internet limitada ao usuário indefeso, que já paga caro por um serviço cuja qualidade está a anos-luz da oferecida em países civilizados. Nem o capeta em pessoa é tão criativo para infernizar o próximo.

  7. Achei estranha a insistência do Renan Calhorda em convidar o Leviandovisqui para presidir o Senado nesta fase… falam tanto em manter os ritos e inventam estas mágicas bizarras…o que o judiciário tem que se me.ter nesta fase?

  8. A norma diz que a Comissão tem 10 dias para apresentar a decisão. A norma não obriga a Comissão a entregar a decisão no 10. dia, ou após o 10. dia. Os Senadores precisam examinar melhor isso, pois é possível resolver e votar em 3 ou 4 dias. No Impeachment do Collor a comissão decidiu em 2 dias. É necessário apressar isso e não ficar enrolando 10 dias para votar.

  9. O mês tem 3o dias, mas a norma não diz se são úteis ou corridos. 10 dias são 10 dias corridos, da mesma forma que 48 horas são 48 horas corridas. O resto é armação.

  10. Renan pode adiar o qto quiser , pior para ele e para o governo. Creio q nesse meio tempo mais delacoes indicarao Renan como beneficiario de propinas e o resto dos Podres de Lula e Dilma virao a tona. O Melhor : no julgamento final , o Presidente do STF NAO sera Levandowski mas , sim , Carmem Lucia. Carmem Lucia tem sido lucida na maioria de suas decisoes , ao contrario de Levandowski , q é um petista de carteirinha.

  11. Srs. Antagonistas, a norma não se trata de 10 dias, mas sim “até 10 dias”. O Renan deu a dica de que no Impeachment do Collor a comissão resolveu em apenas 2 dias. Só não entendeu quem não prestou atenção. Vi que os senadores, mesmo os da oposição não atentaram para isso e vão ficar brigando por causa do sábado e domingo ou dia útil. Se a comissão entender que em 2 ou 3 dias já podem votar, devem fazê-lo. Pelo menos foi isso que Renam deixou transparecer! Esperamos que os senadores sejam inteligentes e façam isso se a norma realmente permitir!

  12. Se não tiver no regimento, que se adotem dias úteis, pelo amor de deus. A nova lei processual prevê que a contagem dos prazos deverá ser diária, computando-se somente os dias úteis. Se colocarem dias corridos a bruxa pode melar tudo. Aprendam com Cunha (o que presta, claro), não deixem brechas.

  13. tem problema nao, se renan demorar o gim vai delatar, entregar a venda de MP ai assumi o 1° vice que tbm ja foi interceptado em escutas telefonicas mandando pressionar moro ai sai ele entra juca q tbm recebeu propina pela venda das MP kkkkkkkk vai acabar sobrando para os suplentes presidir a comissao de tanto vagabundos koapsdkoa

  14. E QUE FATOS EXTRAORDINÁRIOS SERÃO MONTADOS PELA QUADRILHA NESSES 10 DIAS TIPO: ATAQUE TERRORISTA, PRATICADO POR ESTRANGEIRO QUE RECEBEU ASILO NO PARANÁ PARA TRABALHAR EM FRIGORÍFICO, COM AJUDA DE FACÇÃO QUE ATUA DENTRO E FORA DE PRESÍDIOS …………….. SÓ POR SUPOSIÇÃO