Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Temer pede atenção à fome no país: "Massas populares podem se rebelar"

O ex-presidente da República defendeu o uso de créditos extraordinários para financiar o Auxílio Brasil, programa que substituirá o Bolsa Família
Temer pede atenção à fome no país: “Massas populares podem se rebelar”
Foto: Beto Barata/PR

Michel Temer (foto) afirmou, em entrevista ao Valor Econômico, que é preciso ter atenção à fome no país e que a população “pode se rebelar” diante de carências que não são atendidas.

“Essas grandes massas populares, num dado momento, podem se rebelar, podem desagregar a nossa nação.”

O ex-presidente defendeu o uso de créditos extraordinários, previstos para casos como de calamidade pública, para financiar o Auxílio Brasil, o novo Bolsa Família.

“Não é preciso queimar a cabeça para editar orçamento de guerra e coisas assim, basta usar o que está na emenda do teto e, agora, em face do prolongamento da pandemia com imagens de gente procurando no lixo para poder comer, temos mais de 20 milhões que passam fome. Não é pobreza, é miserabilidade e temos de dar atenção a isso.”

Temer também demonstrou preocupação com as declarações de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes sobre furar o teto de gastos para bancar o programa.

“Se nós hoje tivemos as nossas empresas nacionais praticamente destruídas, nós temos de ter capital estrangeiro aqui dentro no ano que vem. E para ter capital estrangeiro essa gente olha e quer saber se tem responsabilidade administrativa, fiscal.”

Em setembro, o emedebista elaborou a carta publicada por Jair Bolsonaro que marcou o recuo dos ataques do presidente a Alexandre de Moraes.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO