Temer quer acesso a áudio ainda em sigilo

A defesa de Michel Temer pediu a Edson Fachin, do Supremo, acesso a um áudio inédito.

É o registro da conversa entre Joesley Batista, dono do grupo J&F, e o diretor jurídico do grupo, Francisco de Assis e Silva, cujo sigilo não foi levantado.

Apesar de também ter se tornado delator, Assis estaria protegido pelo sigilo profissional, já que é advogado do J&F.

Antonio Cláudio Mariz de Oliveira, o advogado de Temer, contesta a medida, segundo O Globo. Ele alega que Assis pode ter participado de treinamentos com integrantes do Ministério Público antes de firmar o acordo de colaboração premiada.

 

15 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Desde ontem desconfiei que nem tudo teve o sigilo levantado. Janot mencionou OMISSÃO DE CRIMES por parte de diversas pessoas, inclusive no STF. NÃO ESTAVA COMBINANDO com as simples e chulas menções a membros do STF que ouvimos nos áudios, nem com a declaração pública da Carminha. Ela mandou investigar o quê? Quais acusações ela mandou investigar? Palavrão? Preferência sexual de ministro? Isto não tem pé nem cabeça, a não ser que as tais acusações estejam em áudio que não foi aberto! TEM CAROÇO NESTE ANGU!

  2. Todos deveriam ver a entrevista de janot a Roberto Dávila na globo news , lá janot diz , se o mpf falasse antes das gravações com o colaborador seriam provas nulas , ponto , o próprio janot deixa claro que agora que sabemos de tudo , SÃO PROVAS NULAS

  3. Temer quer tudo. É o centro do universo.
    O calcanhar de Aquiles do Temer é a SERVENG. Derrubem o Grupo SERVENG e Temer cai da torre de cristal.
    Os donos do Grupo SERVENG são parentes de Michel Temer: a mãe dos donos da Serveng é Lucia Marcondes Machado Penido e ela é prima de Maria da Gloria Ataliba Nogueira Temer, viúva de Fued Temer.
    Nascida Maria da Gloria Marcondes de Ataliba Nogueira, é irmã de Geraldo Ataliba.
    São amigos do presidente desde o berço.
    Os filhos dos donos da SERVENG estudaram na Escola Elo, na Vila Madalena que pertencia a TEMER – ficou claro ?
    A SERVENG não foi indiciada na lava jato, quando deu na vista jogaram um subalterno no fogo. Paulo Twiaschor foi denunciado mas a SERVENG nunca, apesar de tudo

  4. Nãnãnãnãnão!

    Vocês (Temer, Joesley, políticos) não estão a salvos porque dentro da Procuradoria havia alguém sob grave suspeita. Aparentemente, não houve prejuízo na vasta colheita probatória entregue. Talvez o poder de barganha dos irmãos Batista estivesse maior pelo contato que exibiam com o ex-sub-procurador, e agora bastante diminuído por essa revelação e mais, quem sabe, alguns outros crimes confessados (talvez com alguém do STF).

    Obs. Há uma reportagem de Veja dizendo que quando colocaram a possibilidade de entregar alguém do STF junto à advogada que negociava a delação (Fernanda tortima) e a mesma teria entrado em pânico, nem querendo saber o que delatariam!

    Obs 2. Há áudios não entregues, não revelados, assim como confissão de crimes não denunciados. Quem viver verá!?

    Obs3. Me admira a indignação de alguns Min. Não é pela possível existência de crimes no Supremo. É pela indignidade narrada, que pode ser mera bazófia, ou não.

    Obs. 4. A bazófia em privado não é crime, mesmo que venha a público.

  5. IMPORTANTE!

    A Polícia Federal tem a totalidade dos áudios.

    Se algum ministro CORRUPTO do Supremo Tribunal Federal der um “jeitinho” para omitir provas, SERÁ PRESO!

    Irá para a CADEIA!

  6. A nação também quer ouvir Dr. Fachin.
    Aliás, parece que está faltando muito das 40 horas de gravação.
    Porque será?
    Acho que o Joesley, se souber que vai ser preso, deveria dar uma coletiva ou distribuir cópia de tudo que tem para a imprensa.
    Só assim a fogueira vai arder de verdade!

    1. É outro áudio. Este foi achado pela PF quando fizeram a análise do gravador usado na conversa com o TEMER.
      Estavam não visível no gravador.

  7. Um bandido tentando se safar, sob alegação que o outro bandido vacilou….
    Na terra de bandidos tudo sempre se resolve da pior maneira possível….
    Com o beneplácito da vulgar “justiça”….

  8. Nenhuma menção aos 51 milhões de Geddel? Nenhuma tática para sua própria defesa? Eles são iguais, Zanin e Mariz! Só atacam o acusador; NUNCA SE DEFENDEM: não há defesa plausível! Isso não é direito de defesa!