Temer sem medo do TSE

Michel Temer não será cassado pelo TSE.

O Antagonista, hoje, já repetiu esse fato umas dez vezes. Vera Magalhães, do Estadão, tem a mesma opinião:

“Diante das novas revelações vindas da delação de executivo da Odebrecht, de que a chapa Dilma Rousseff e Michel Temer recebeu R$ 30 milhões por meio de caixa 2 da empreiteira em 2014, a ordem no governo é esticar ao máximo o julgamento de ação de cassação que corre no Tribunal Superior Eleitoral.

O governo conta com o cronograma que será fixado pelo presidente do TSE, Gilmar Mendes, para que o julgamento fique para o segundo semestre de 2017.

Temer vai nomear dois novos ministros do TSE até maio. Em abril vence o mandato de Henrique Neves e, em maio, de Luciana Lóssio, que foi advogada de Dilma em 2010.

O Planalto conta com a escolha dos dois substitutos para compor uma maioria na corte que permita evitar a cassação, ainda que o voto do relator, Herman Benjamin, seja pela perda do mandato”.


Faça o primeiro comentário