Temer vai bancar essa PEC?

Uma proposta de emenda à Constituição (PEC) quer transferir, para o Senado, o poder de nomear o ministro da Justiça e o advogado-geral da União. A PEC 222/16 foi proposta pelo deputado Franklin Lima (PP-MG).

Segundo o texto, uma lista tríplice de candidatos seria apresentada aos senadores, com nomes indicados pelo STF, pelo Ministério Público da União e pela OAB.

Lima justifica a proposta com o argumento de que, desta forma, os escolhidos representariam “o povo” e não deveriam “favores a ninguém”.

A PEC será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça. Se for admitida pela CCJ, irá para a votação em dois turnos no plenário da Câmara.

Faça o primeiro comentário