ACESSE

Temer vai provar que não houve irregularidade, diz Planalto

Telegram

O Planalto divulgou uma nota sobre a denúncia da PGR contra Michel Temer no caso do Decreto dos Portos.

Na nota, a assessoria do presidente afirma que ele provará não ter havido irregularidade na edição do decreto.

Temer foi acusado por Raquel Dodge de receber propina do setor portuário há mais de 20 anos. A PGR pede que o presidente e outros cinco acusados devolvam R$ 32,6 milhões.

#indultonão — No Brasil, você não pode descansar um minuto... LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 11 comentários