Temer veta 100% de capital estrangeiro nas aéreas

O Diário Oficial da União publica hoje, como esperado, o veto à participação de até 100% do capital estrangeiro nas empresas aéreas brasileiras.

O veto faz parte de um acordo orquestrado por Eliseu Padilha com líderes do Senado: o ministro disse que Michel Temer se comprometeu a enviar um novo projeto sobre o tema ao Congresso.

Por ora, o governo federal considera a elevação para até 100% “inadequada ao interesse público” – a regra atual permite uma participação de, no máximo, 20%.