"Temos dois assassinos no Brasil: o vírus e o governo”, diz Alessandro Vieira

“Temos dois assassinos no Brasil: o vírus e o governo”, diz Alessandro Vieira
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) afirmou hoje no plenário do Senado que a pandemia de Covid demonstrou que o Brasil tem “dois assassinos à solta: o vírus e o governo.”

A declaração ocorreu durante a discussão de um projeto de lei que quebra patentes de vacinas e medicamentos contra Covid. A análise da matéria foi adiada e deve voltar à pauta na próxima semana.

“O adiamento do debate com relação a quebra de patentes -, que tem sua dose de prudência para que se tenha um lastro técnico maior, significa que vamos esperar algo como 30 mil mortes a mais para tratar do tema”, criticou o parlamentar.

“Temos dois assassinos a solta no Brasil, livremente: o vírus, e um governo que não tem capacidade e humildade de fazer uma política pública de enfrentamento. São dois assassinos: o vírus e o governo.”

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
TOPO