Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Temos que documentar as fartas evidências de crimes e indiciar Bolsonaro"

Fabiano Contarato, da Rede, criticou a ideia de 'CPI propositiva': comissão, diz ele, 'não é escola primária para governantes ineptos'
“Temos que documentar as fartas evidências de crimes e indiciar Bolsonaro”
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Mais cedo, dissemos que a CPI da Covid será “faca no pescoço” de Jair Bolsonaro enquanto durar a pandemia (e até 2022).

O senador Fabiano Contarato (Rede), repercutindo a nota de O Antagonista, criticou o conceito esdrúxulo que alguns integrantes da comissão criaram de “CPI propositiva”.

“Uma CPI não é uma escola primária para governantes ineptos, ainda mais para advertir ou ensinar o óbvio a quem não quer aprender, como acatar a ciência e focar na prevenção”, afirmou o senador.

“Temos um presidente que achou mais ‘rápido e barato’ apostar na imunidade de rebanho por meio de um morticínio, em vez de investir em vacinas”, acrescentou.

Contarato emendou:

Temos que documentar as fartas evidências de crimes e indiciar Bolsonaro, com a maior brevidade: o resto ficará a cargo da Justiça. Qualquer coisa fora disso não é papel de uma CPI.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO