"Temos que tomar muito cuidado mesmo", diz senador Irajá, acusado de estupro

“Temos que tomar muito cuidado mesmo”, diz senador Irajá, acusado de estupro
Foto: Reprodução/Senado Federal

O senador Irajá (PSD), acusado de estupro por uma modelo de 22 anos, como informou a CNN Brasil, enviou ontem ao grupo de senadores no WhatsApp a mesma nota distribuída à imprensa com seu posicionamento sobre o caso.

O boletim de ocorrência foi registrado na madrugada de domingo no 14º Distrito Policial de Pinheiros, em São Paulo. A modelo diz que foi a uma casa noturna acompanhada por Irajá, teria sido dopada e acordado em um flat, no Itaim Bibi, já sendo abusada pelo senador. Ele nega.

O Antagonista apurou que boa parte dos senadores se solidarizou com Irajá, reagindo à manifestação do filho da também senadora Kátia Abreu (PP) com mensagens de apoio e desejando “força”.

Irajá, a mais de um senador, devolveu com a seguinte mensagem, acompanhada de um ‘emoji’ de mãos unidas em oração:

“Armaram um golpe, viu! Mas as filmagens, graças a Deus, demonstram que não houve nada. Temos que tomar muito cuidado mesmo.”

O Conselho de Ética do Senado está sem funcionar desde o início da pandemia. O caso de Chico Rodrigues (DEM), por exemplo, está pegando poeira na gaveta.

Mais lidas
  1. Mensagens de WhatsApp revelam que militares bolsonaristas perderam a chance de comprar vacinas

  2. Huck 2026?

  3. "Mortos não consomem", diz Doria

  4. Carluxo sem imunidade

  5. "Rodrigo Maia mente!"

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 56 comentários
TOPO