Categories: Brasil

Tensão nos batalhões do Ceará

Reprodução

Os policiais militares amotinados no Ceará estão com medo de uma reação ostensiva por parte da Força Nacional ou das Forças Armadas.

Segundo O Globo, alertas de possíveis ataques ontem à noite circularam pelos rádios da corporação.

“A preocupação é tanta que, na tarde de anteontem, policiais abordaram um funcionário de uma distribuidora de energia elétrica e fizeram ele explicar o serviço que fazia em um poste nas proximidades do batalhão. Era apenas uma troca de lâmpada, mas os amotinados estavam com receio de que a luz da unidade fosse cortada.”

Na quinta-feira, o governo Jair Bolsonaro decretou uma GLO para enviar as Forças Armadas ao Ceará. O pedido foi feito pelo governador petista Camilo Santana.

Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Tempo de publicação: 4 minutos

Os comentários estão desabilitados