Tereza Cristina quer novas regras para inspeção de frigoríficos

Em entrevista ao Estadão, a futura ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse que pretende alterar o processo de inspeção de carnes e derivados produzidos no país e acabar com a fiscalização diária do governo.

“Simplificação não é precarização. Com responsabilidade e seriedade, vamos dar agilidade e reduzir custos. Com o autocontrole, a responsabilidade é do produtor, seja sobre os equipamentos, seu pessoal ou sobre a qualidade do que tem de sair dali. Ele deve cumprir a regra, o que ele terá de fazer é seguir um protocolo detalhado”, declarou a ministra.

“A fiscalização do Ministério será uma auditoria feita de tempos em tempos. Se achar que não está bom, vai lá toda semana.”

Operação Lava Toga: a chance de limpar o Judiciário. SAIBA MAIS

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Petronilo disse:

    Vai começar a bandalha com a carne. Sob cobertura dessa tal de Tereza Cristina. Lógico que vai dar meleca.

Ler comentários
  1. Lucas disse:

    Escândalos de qualidade de produtos costuma ser muito mais comum em países que tem mais regulamentação do que os que não tem, sem falar nos oligopólios e monopólios que surgem em função disso

    1. Exatamente, até pq o estado fica fazendo conchavo com propina

  2. Fabio disse:

    Fizeram tudo de ruim quando eram fiscalizados, imagina sem fiscalização, essa dai não serve como ministra, os frigoríficos vão vender tudo de péssima qualidade...

    1. Exatamente Isso Fabio. É o que gostam os “fiscais”. Quanto mais “fiscalização”, mais mesada. Estatismo para viver do Estado.

    2. Por situações que vivi em outros setores, acho que NUNCA houve fiscalização. O fornecedor tem com ele o carimbo azul do "SIF" e o "fiscal diário" aparece uma vez por mês para receber a mesad

    3. É pq, obviamente, não eram fiscalizados e sim pagavam propina

  3. Regtor disse:

    Se não estiver bom ... fecha! E pronto.

    1. Só querem ganhar salarios gordos e ficar ameaçando as industrias. Limpesa já.

  4. Jose disse:

    Decisão correta. Há muito, esse é o procedimento vigente para fornecedores em setores de alta tecnologia e confiabilidade, entre eles o automotivo. Qualificação do processo e auditorias periódic

  5. george disse:

    Tem que acabar com a indústria da multa em todos os setores do governo lulaladrão, o carinha safado!

  6. Қарсыласу disse:

    Vamos nos preparar pra comer muita carne misturada com papelão e com alvejante kkkk Só tem ministro "jenial" nesse governo rsrs

    1. Vamos nos livrar da petralhada. O que vamos comer depende de cada um de nos. Tem uns que durante muito tempo só comiam "mortadela". Agora já começam a reclamar que a qualidade não é boa.

    2. Isso acontecia era no governo do seu PT com a dona Dilma e os Joesley não?

  7. 🇧🇷 disse:

    Teremos mortadela de qualidade agora. 😂

  8. 🇧🇷 disse:

    A m̶i̶n̶i̶s̶t̶r̶a̶ advogada da Agricultura.

  9. Bentner disse:

    Atitude correta da futura ministra. É preciso acabar com toda essa burocracia desnecessária.

  10. Sérgio disse:

    Quanto vai custar para o fiscal não ir?

    1. Não vai gerar prejuizo a industria, quem quer vender terá que cuidar muito da qualidade.

  11. OLSim disse:

    Tem que haver fiscalização rigorosa sim... mesmo porque deixar o controle nas mãos dos "gerentes do setor", vai sobrar pra nós consumidores, pra nossa saúde.

    1. Fiscalização rigorosa nunca teve, vide meio ambiente

    2. Governos petistas, leia-se do Temer também que, para mim foi apenas uma extensão da Dilmanta.

    3. O que aconteceu nesses desgovernos petistas, é que simplesmente não havia fiscalização alguma, o SIF estava entregue para fiscais CORRUPTOS, que se vendiam para os frigoríficos, seus otários!

  12. ZEZECO disse:

    Nos eleitores honesto do Mito temos q ficar de olho nessa mulher,ela he representante e lobista dos frigorificos e criadores.Foi uma ma escolha.Ela he contra a mudanca da embaixada em israel.

    1. Fica tranquilo. O assunto da embaixada de Israel não é com ela.

  13. Luis disse:

    Ela foi para o ministério respaldada pelo pessoal da pecuária e dos frigoríficos, que conhecem muito bem as regras rígidas dos países importadores. Sabe o que está fazendo.

    1. Quer dizer que nossa carne podre com papelão estará com a distribuição garantida. Tá ficando igual ao governo do Temer

    2. Tá bom, vou acreditar em você. Vou fazer de conta viu?

    3. Ela foi respaldada por aqueles que deveriam ser fiscalizados e a primeira medida dela é afrouxar a fiscalização. Ok, agora entendi tudo.

    4. Conhece o assunto muito mais do que os preservacionistas de Ipanema.

  14. Paulo disse:

    Eita! Agora é que vai ocorrer escândalos com mais frequência como no caso da CARNE FRACA, lembram-se? A proposta das tal ministra é de afrouxar na fiscalização, então aguardem!

    1. Em país sério o presidente da empresa estaria preso por crime contra a saúde da população.

    2. Em um país sério o delegado boquirroto da "carne fraca" seria preso por crime de lesa pátria.

    3. Não, é não ficar vendo todo dia. Essa operação ocorreu pq o ministro foi comprado para dar a carne como boa

  15. Willian disse:

    Taí o incentivo para virar vegetariano.

  16. Nova disse:

    Vemos por alguns comentários aqui que estatismo não está encrustado só na cabeça de políticos

    1. O estatismo é perfeito para quem quer viver do Estado Nova. Essa é verdade.

  17. Maria disse:

    O que precisa é fazer fiscalização de fiscais.

    1. Isso, os caras recebem propina e depois ficam acusando de não ter fiscalização.

  18. TICO disse:

    As industrias empregam um mundo de gente.Implantaram terrorismo nas imdustrias que vem causando prejuizos. Muitas já fecharam, dispensaram pessoal. O GOVERNO CONTRATA MAIS FISCAIS.Legislação obsol

  19. EugeniaPositivaBrasi disse:

    Até este momento temos órgãos fiscalizadores que não fiscalizam. Nosso problema é a CORRUPÇÃO. Independente do método de fiscalização, se tiver CORRUPTO, será inócuo...

  20. Marcelo disse:

    O problema não é a fiscalização, mas o binômio fiscalização-punição. Fiscalização diária sem punição exemplar não adianta. A punição para o infrator tem que ser pesada penal e civil (

  21. TICO disse:

    Cumprimentos a nova ministra da Agricultura pela medida. Implantaram verdadeiro terrorismo nas industrias, inibindo o trabalho, causando serios prejuizos. Limpar a area é fundamental.

  22. Márcia disse:

    Trabalhei em frigorífico, sem inspeção diário alguém comerá carne podre. Está ministra está sendo irresponsável!!!

    1. A petralhada tomou conta e implantou terrorismo nas industrias, limpesa já.

    2. Exatamente. Ela esquece que grande parte do empresario brasileiros, é pilantra. No RS teve laticinio vendendo leite estragado, o dono foi preso e ao sair voltou ao velho esquema de vender leite podre

  23. Davi disse:

    Depois, não coloque a culpa na PF por fazer seu serviço...

  24. Samir disse:

    Então vai acabar com as vendas constante de carnes podres para a população indefesa (se é friboi eu garanto)diz tony ramos sobre os produtos podres da jbs,ajudando a fuder com o povo brasileiro,Li

    1. É só não consumir a tal FRIBOI. Cancelei a assinatura da foice de sp porque perdeu a credibilidade. A verdade é que implantaram terrorismo nos frigorificos, causando enormes prejuizos.

  25. Noely disse:

    Se a fiscalização diária, o produto as vezes é duvidoso, imgine . exporadicamente.

    1. O Produto duvidoso depende de onde se compra. A fiscalização para no embarque nos frigorificos. Grande parte consome carne de animais abatidos clandestinamente. Esses fiscais não fiscalizam isso.

    2. Acabei de me tornar vegano...a exportada é boa...produto interno...lixo.

  26. Protagonista disse:

    KKKK. Se não quer fiscalização, diga logo que não é pra ter... Libera logo pra inundar o mercado com carne podre, gado doente, roubado... Com esse sistema já não funciona, imagina precarizado.

    1. Tudo ilusão, toneladas de carne são consumidas pela população, abatidos em currais. Esse Povo só quer faturar e não vão lá. O nordeste come jumento direto, a inspeção é feita por quem come

  27. Carlos disse:

    Se cada ato administrativo for ser colocado em destaque no Antagonista e criticado, ara que serve a oposição??? O Antagonista deveria criar vergonha e evitar só reproduzir noticiais do UOL

    1. Há pouco, na Venezuela, estavam sim vendendo carne podre, o que felizmente não acontece no Brasil e nunca acontecerá. Mas pior que a carne podre, é um cérebro podre.

  28. Juscelino disse:

    Concordo. De que adianta a fiscalização diária se, como provado pela operação Carne Fraca, bastava pagar pelo laudo, como adorava o PT?

  29. Roberto disse:

    😠 Bolsonaro se unindo ao que há de pior, pouco antes de estourar o escândalo da carne podre a senadora Ana Amélia dirigia uma comissão tentando transferir para a própria empresa, conseguira

    1. O que não pode existir é o terrorismo implantado pela petralhada com objetivo de gerar prejuizos a industria. Suspender abates, é sempre ameaça . A legislação é obsoleta. Tem que limpar a area

    2. Se não for diária eles te vendem carne tuberculosa, bom proveito!

    3. A fiscalização precisa se adequar a padrões internacionais, mas não precisa ser diária

  30. danilo disse:

    Alguns estão comentando que agora vamos comer carne podre. Nossa! não sente o cheiro, não? se está imprópria para o consume, denuncie, oras!

    1. Mas tem a cor, consistência,....só se for muito leigo pra se enganar.

    2. Existem produtos químicos que neutralizam o odor característico e alteram a cor do alimento. Eu vi uma reportagem de um mercado local aqui que fazia essa adulteração.

  31. VELHO disse:

    Existe um movimento comunista no Brasil para desacreditar o agronegócio. Órgãos do Estado, aparelhados pelo PT são os condutores destas maquinações conta o agronegócio.

    1. Terrorismo pelas fiscalizações está na pauta.Inibem a industria inclusive por materias que nada tem a ver com inspeção. LEGISLAÇÃO OBSOLETA. Necessaria Limpesa, urgente.Se escondem na estab

    2. Na verdade, há muitos e muitos órgãos aparelhados que são contra qualquer avanço da sociedade que não seja conivente com o pensamento deles. Instituições de ensino, universidades principalment

  32. Laércio disse:

    Concordo. As empresas têm que ter responsabilidade e principalmente, temor das punições, no caso de descumprimento das boas práticas de fabricação.

    1. Alguns fiscais colocados para atrapalhar a vida das empresas, nunca viram um animal ser abatido em toda a vida. E vem cagar regras da legislação. Tem limpar essa tralha, isso não serve para nada

  33. Nilton disse:

    O estado brasileiro é especialista em colocar todo mundo como possíveis ladrões. Puna-se severamente os infratores e acabe com o achaque feito por fiscais sem escrúpulos.

    1. Sem escrupulos, sem bom senso, desconhecem a etica, esquecem que sem empresas acaba o emprego, e nos pagando a conta da petralhada.

  34. Francisco disse:

    Tá certo. Agora se descumprir a regra, a punição tem de ser exemplar! Com multas pesadíssimos, se não não adianta! Outra coisa, com punição imediata. Pode recorrer depois.

  35. Linhares disse:

    Fiscalização estatal é coisa de comuna. Vamos deixar a mão invisível do mercado expulsar aqueles que vendem carne podre. BOLSOMITO!!

    1. Como grande parte da população não sabe o que inspeção esses fiscais poderiam se dedicar ao abate clandestino, principalmente no Nordeste que nem industrias existem, para salvar vidas da contami

    2. Porque esquerdista não gosta do mercado? Quer viver do estado né? É que mantém o estado? Vide a Venezuela.

    3. A mão invisível do mercado é cheia de salmonela. Tu vai kagar fino depois do churrasco

    4. Quáquáquá... A mão invisível do mercado né? Sei...