Tereza deu incentivos fiscais ao grupo JBS

Tereza Cristina, a futura ministra da Agricultura do governo Jair Bolsonaro, concedeu incentivos fiscais à JBS na mesma época em que manteve parceria com a empresa, publica a Folha.

Segundo a reportagem, Tereza assinou documentos de concessão de incentivos à JBS quando era secretária de Desenvolvimento Agrário e Produção de Mato Grosso do Sul no governo de André Puccinelli, que hoje está preso.

Nessa mesma época, ela também teria arrendado terras de propriedade de sua família ao grupo dos irmãos Batista.

“O negócio particular entre Tereza e os Batista foi fechado nos anos de 2011 e 2012. A relação foi tumultuada, e hoje a JBS cobra de Tereza na Justiça um total de R$ 14 milhões, em valores atualizados”.

Comentários

  • José -

    Isso de ter pessoas que já trabalharam para o outro lado não vai dar certo. Se for verdade, é melhor risca-la logo do mapa.

  • Cleide -

    Repataindo o Gargântua: - ISCA.

  • Cleide -

    Cristina está perdoada. É só pedir desculpas e aceitar o erro cometido. like. Mr. Lorenzoni.

Ler 143 comentários