Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Time de vôlei expulsa Maurício Souza por comentários homofóbicos

O Minas Tênis Clube já havia afastado o jogador na terça-feira após pressão de patrocinadores; mais cedo, Bolsonaro criticou punição ao atleta
Time de vôlei expulsa Maurício Souza por comentários homofóbicos
Foto: FIVB, Divulgação

A diretoria do time de vôlei Minas Tênis Clube informou há pouco no Twitter que rescindiu o contrato do jogador Maurício Souza (à direita na foto). Como mostramos, o atleta já havia sido afastado ontem em razão da pressão de patrocinadores após ele ter feito comentários homofóbicos nas redes sociais.

Na publicação, o Minas escreveu:

“O Minas Tênis Clube informa que o atleta Maurício Souza não é mais jogador do clube.”

A polêmica mais recente com Maurício, apoiador do presidente Jair Bolsonaro, começou quando o jogador, campeão olímpico com o Brasil em 2016, condenou a editora DC Comics por revelar que a nova versão do Super-Homem será bissexual.

“Hoje em dia o certo é errado, e o errado é certo… Não se depender de mim. Se tem que escolher um lado, eu fico do lado que eu acho certo! Fico com minhas crenças, valores e ideias. ‘Ah, é só um desenho, não é nada demais’. Vai nessa que vai ver onde vamos parar, escreveu.

Mais cedo, antes do anúncio da saída de Maurício do time, Bolsonaro reclamou do afastamento do atleta:

“Puta que pariu, impressionante né? Tudo é homofobia, tudo é feminismo”disse o presidente em uma live nas redes sociais.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....