Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

TJ-SP rejeita denúncia contra Renan do MBL por tráfico de influência

O relator do caso entendeu que não há indícios suficientes de qualquer irregularidade; a denúncia já havia sido rejeitada em primeira instância
TJ-SP rejeita denúncia contra Renan do MBL por tráfico de influência
Reprodução

A 4ª Câmara Criminal do TJ-SP rejeitou uma denúncia contra o coordenador do MBL Renan Santos por tráfico de influência.

A denúncia do Ministério Público afirmava que Renan teria usado sua influência política para interferir na contratação do empresário Alessander Mônaco Ferreira pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), ligada ao governo de São Paulo.

Em contrapartida, o coordenador do MBL receberia doações em dinheiro pelo superchat do canal no YouTube do movimento.

O relator do caso, desembargador Camilo Léllis, afirmou que o MP não demonstrou indícios suficientes de possíveis condutas ilícitas.

“O fato de se tratar de um crime de complexa comprovação, não retira o ônus da acusação de demonstrar indícios minimamente suficientes de possíveis condutas típicas praticas pelo denunciado”

A denúncia já havia sido rejeitada em primeira instância, mas o MP recorreu ao TJSP.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....