TODA A PROPINA DE GEDDEL NA CAIXA

Na decisão da prisão de Geddel Vieira Lima, obtida em primeira mão por O Antagonista, o juiz Vallisney de Oliveira aponta as acusações de corrupção que pesam contra o ex-ministro.

Como vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, ainda no governo Dilma Rousseff, Geddel “teria manipulado alguns empréstimos milionários relativos às empresas do Grupo Constantino, Oeste Sul Empreendimentos Imobiliários, Comporte Participações, Marfrig, Seara, J&F Investimentos, Bertin, JBS, Big Frango, Dinâmica Segurança Patrimonial, dentre outras (…) recebendo em contrapartida valores milionários”.

À PF, Lúcio Funaro confirmou o repasse de R$ 20 milhões a Geddel. Joesley Batista disse que pagou um total de R$ 100 milhões ao PMDB, por esse mesmo esquema. Com exceção da operação para a compra da Alpargatas, Geddel recebeu propina por todos os demais empréstimos.

Faça o primeiro comentário