Todo mundo encheu o saco

João Domingos, no Estadão:

“O pífio resultado da greve geral deveria servir de alerta para as centrais, sindicatos e movimentos sociais que convocaram a manifestação. Não é só a crise política que tortura o País há tempos. A falta de rumo dos velhos líderes sindicais, seus métodos ultrapassados, tudo começa a ser rejeitado pela parte da sociedade que não é militante partidária ou ligada a alguma entidade. Pneus queimados a bloquear as vias mais irritam do que agregam.

Hoje, em vez de ir para as ruas, o cidadão optou por ficar em casa. O seu protesto é o silêncio. Não se anima mais nem em bater panelas para dizer que é contra alguma coisa. De um modo geral, todo mundo encheu o saco.”