“Todo mundo sabe que isto aqui vai estar deserto na quinta-feira”

Deputado Delegado Francischini, do Solidariedade do Paraná, sugere que a CPMI da JBS seja prorrogada, mas não que a sessão final seja adiada para a semana que vem.

“Todo mundo sabe que isto aqui vai estar deserto na quinta-feira. Não vai ter uma viva alma.”

Francischini e outros integrantes do colegiado querem um tempo para apresentar voto em separado ao relatório de Carlos Marun, que pede o indiciamento de Rodrigo Janot.

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. minha opinião disse:

    Essa CPMI é um monte 💩 é a mesma coisa, só no país das maletas do Renan, um sujeito desclassificado como Marun, que levou grana da própria JBS, pode presidir uma CPMI ao invés de estar cassado e preso, pede o indiciamento do PGR, por ter feito seu trabalho sem medo da quadrilha. Vai se dar mal. Aguardem!

Ler comentários