Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Todos entendem perfeitamente o que essa LDO queria promover"

A deputada federal Professora Dayane foi uma dos únicos 6 parlamentares do PSL que votaram contra a Lei de Diretrizes Orçamentárias
“Todos entendem perfeitamente o que essa LDO queria promover”
Foto: Câmara dos Deputados

A deputada federal Professora Dayane, do PSL da Bahia, foi uma dos únicos 6 parlamentares do seu partido que votaram contra a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que incluía o aumento do fundo eleitoral de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões.

Ela disse a O Antagonista:

“O aumento do fundão, neste momento, é uma afronta aos brasileiros que veem uma economia em frangalhos, uma política social desumana e uma crise na saúde.”

E acrescentou:

“Os dirigentes do PSL sempre me deram a liberdade para votar como eu acho mais pertinente: não sigo a atual liderança do partido na Câmara nem a do governo, sigo minhas convicções e compreendo que todos entendem perfeitamente o que essa LDO queria promover.”

Como noticiamos, o partido Novo apresentou o destaque para tentar retirar o “golpe do fundão” da LDO. Durante a votação, o destaque só recebeu o apoio do Cidadania, PSOL, PV e Podemos. O destaque foi rejeitado em votação simbólica (quando o voto dos parlamentares não é computado).

Mais notícias
TOPO