ACESSE

Toffoli derruba decisão que impedia Crivella de favorecer a Igreja Universal

Telegram

Dias Toffoli acolheu pedido da prefeitura do Rio e derrubou duas decisões da Justiça estadual que impediam Marcelo Crivella de favorecer a Igreja Universal do Reino de Deus na administração pública.

A decisão proibia, entre outras coisas, o uso da máquina para atender evangélicos, privilégio do grupo no acesso a serviços públicos, subsídios preferenciais a igrejas evangélicas e oferecimento de serviços sociais da prefeitura nos templos.

Ao suspender a decisão, Toffoli entendeu que ela comprometia a execução do programa de governo de Crivella. Além disso, afirmou que não viu relação de aliança ou dependência com entidades religiosas na atuação do prefeito.

“As decisões atacadas, ao estabelecer múltiplas restrições ao Chefe do Poder Executivo do referido município, sem que haja, a meu ver, potencial violação constitucional, claramente configuram uma ingerência desproporcional na execução de suas funções executivas, para as quais regularmente eleito pelo povo daquele município”.

Leia também: Bom jornalismo: sua vacina contra fake news. Imunize-se

Comentários

  • Aldo -

    Quer dizer que os fiéis da Universal terão preferência na prefeitura do Rio de Janeiro? Isso é republicano?

  • Mariella -

    Esse daí é só desgosto, uma vergonha. Não vejo a hora do Fux assumir - pelo menos, é algum alívio por 2 anos...

  • Fernando -

    Interessante julgamento ???

Ler 31 comentários