Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Toffoli libera retomada de julgamento de denúncia contra Renan Calheiros

Junto com outros caciques do chamado quadrilhão do MDB do Senado, senador pode se tornar réu por organização criminosa; Fachin já votou pelo recebimento da denúncia
Toffoli libera retomada de julgamento de denúncia contra Renan Calheiros
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Dias Toffoli pediu a Luiz Fux para incluir na pauta do plenário do STF a retomada do julgamento de uma denúncia contra Renan Calheiros e outros integrantes do chamado “quadrilhão do MDB” no Senado.

O julgamento começou em fevereiro e teve apenas o voto de Edson Fachin, que defendeu o recebimento da denúncia, de modo a tornar réus por organização criminosa Renan Calheiros, Jader Barbalho, Edison Lobão, Romero Jucá, Valdir Raupp e Sérgio Machado.

Toffoli pediu vista e agora liberou o caso para análise numa sessão normal de debates no plenário — inicialmente, o julgamento era virtual, com votos por escrito.

A denúncia, apresentada por Rodrigo Janot em 2017, diz que o grupo recebeu R$ 864 milhões em propina de contratos da Transpetro e da Petrobras, por intermédio de Sergio Machado, Paulo Roberto Costa e Nestor Cerveró, que delataram o esquema.

Cabe agora a Fux marcar a data do julgamento.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO