Toffoli manda arquivar inquéritos baseados na delação de Cabral

Toffoli manda arquivar inquéritos baseados na delação de Cabral

Antes de deixar a presidência do STF, Dias Toffoli mandou arquivar 12 inquéritos que haviam sido abertos a partir da delação de Sérgio Cabral com a Polícia Federal, informa O Globo.

As investigações haviam sido autorizadas por Edson Fachin, mas ele enviou os casos à presidência do STF para serem redistribuídos para outro ministro, por entender que os casos não tinham relação com a Lava Jato.

Toffoli então pediu manifestações da Procuradoria Geral da República. Crítico das delações fechadas pela PF, Augusto Aras recomendou o arquivamento e teve o pedido acolhido.

As investigações envolviam parlamentares e ministros do STJ e do TCU.

Leia mais: DIOGO MAINARDI: O ABUSO DO JUDICIÁRIO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 111 comentários
TOPO